sábado, 8 de outubro de 2011

Cachorros, Hello Kitty e filminho pra morrer de rir!


A Nestlé e a mensagem subliminar

Empresa que manda e desmanda no circuito brasileiro de águas minerais – e isso devia ser visto com mais responsabilidade pelo Governo – a Nestlé vai fazer propaganda subliminar no mundo cão. Ou corrijam este blog se ele estiver errado. Lá na Áustria, a empresa está lançando uma campanha de TV que apela para sons de alta frequência – somente percebido por cachorros. A ideia é fazer com que os animais pulem do sofá e corram para a telinha atraídos pelo ruído durante a exibição do comercial da ração Beneful - levando os donos a imaginar que os cães estão fascinados pela imagem do produto e pelos audíveis latidos e grunhidos da mensagem.

É subliminar toda mensagem não captada de forma consciente pelos sentidos humanos. Países como a Noruega e a Espanha consideram crime este tipo de publicidade ilícita, e a União Europeia estuda proposta de varrer esse mal do velho continente. No Brasil, o artigo 36 do Código de Defesa do Consumidor proíbe anúncios disfarçados e dissimulados. Resta saber se isso vai valer contra a Nestlé.

A Pepsi, a Hello Kitty e o pepino

O sucesso de Hello Kitty no Japão levou a Pepsi a lançar em breve – mais precisamente no dia 9 de novembro - a inusitada "Pepsi Pink", uma bebida especialmente criada para mulheres jovens e fãs da personagem que tem um mercado gigantesco em diversos países asiáticos.

O novo produto terá gosto de morango com leite, e estará nas prateleiras em garrafas com 490 ml ao preço de U$1,50 – R$ 2,77 -, de acordo com a Santori, distribuidora da Pepsi no Japão.

O lançamento de um sabor estranho não é novidade para o Japão. Lá, a Pepsi já premiou o consumidor - fanático por novidades - com a Pepsi Baobab (dourada e com sabor agridoce da planta), Pepsi Caribbean Gold (sabor coco) e Pepsi Ice Cucumber (sabor pepino).

Argentino na torcida brasileira

Divirta-se com esse filme de Coca-Cola:


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário