sábado, 29 de agosto de 2015

"Lola" do The Kinks é quase um jingle de Coca-Cola

video

It tastes just like...

A canção "Lola" da jurássica banda "The Kinks" é presença obrigatória em qualquer lista das melhores canções do gênero musical que é um estilo de vida: o Rock.

Repare que a letra é praticamente um jingle da Coca-Cola - ou poderia ser explorada como uma peça do produto.

Concorde ou não, eis uma oportunidade para ouvir um dos standards mais importantes da história do Rock and Roll.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

"Cranberry Fields Forever"...hehe!


Suco traz saúde!

Estudo divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos revela que o consumo diário de suco de cranberry traz diversas mudanças positivas para a saúde, entre elas, a redução da pressão arterial.

Depois de recrutar 56 adultos e dividi-los em dois grupos, os responsáveis pela pesquisa ofereceram dois copos de suco de cranberry para uma parte. Já a outra, foi submetida ao refresco sem nutrientes. Após oito semanas, quem bebeu o suco de cranberry “de verdade” notou muitos benefícios ao organismo como a melhora da glicemia e a diminuição de níveis de uma proteína inflamatória.

O grande resultado do estudo está atrelado à queda da pressão arterial. Isso porque os consumidores da frutinha vermelha apresentaram 10% menos riscos de sofrer um AVC e 15% menos risco de ter doenças cardiovasculares.


Para o estudo, foi utilizado suco de cranberry de baixa caloria. Atualmente, já é possível encontrar diversas marcas da bebida no Brasil, entretanto, é preciso ficar atento, pois, para obter resultados terapêuticos com o consumo, é necessário que seja feito o uso de sucos funcionais, que mantêm as reais propriedades da fruta. A marca mais conhecida nessa categoria no país é a Juxx, que produz com maior quantidade de fruta e não usa conservantes, corantes ou aromatizantes artificiais. O sabor de cranberry da marca também está disponível na versão zero açúcar.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Grings traz novos sabores de Matcha Fruit

Novidades, consumidor!
Como no Brasil o inverno traz constantes variações de temperaturas, nada melhor do que poder se refrescar com uma bebida saborosa e saudável a qualquer hora do dia. A Grings Alimentos Saudáveis traz agora três novos sabores da linha Matcha Fruit: abacaxi com hortelã, tangerina com gengibre e cranberry.

A preocupação em seguir uma alimentação mais equilibrada tem aumentado entre os brasileiros. De acordo com pesquisa da consultoria Euromonitor, as vendas de alimentos saudáveis praticamente dobraram em cinco anos no país. Por isso, a marca tem investido em novidade para oferecer ao consumidor. A linha Matcha Fruit também conta com o já conhecido sabor limão, além das séries Matcha Gourmet e Matcha Latte.

A Grings foi a primeira empresa a comercializar o Matcha no Brasil. Numa parceria com a japonesa Tayo, dona do selo True Matcha, a marca oferece ao consumidor o que há de melhor do chá verde. O produto segue a tradição milenar dos orientais em seu cultivo. Nesse processo, as folhas são cobertas durante seu crescimento no solo e, após colheita, não passam por nenhum tipo de secagem.

“Todo este processo diferenciado, origina em folhas de Camelia sinensis com 137 vezes mais catequinas (fitonutriente que tem forte ação antioxidante) do que nas folhas de cultivo comum, além do aumento da quantidade de clorofila e aminoácidos como a L-theanina, que contribui para elevar a sensação de bem estar e relaxamento no cérebro”, afirma a nutricionista da Grings, Marilia Z. Toledo Betito.

A profissional ainda dá dica de consumo da bebida: “Outro benefício é que o matcha ainda ajuda a aumentar em 40% a queima de gordura no corpo, sendo uma ótima opção para o squeeze da academia”.

Matcha Fruit – Abacaxi com Hortelã
Ingredientes: folha de chá verde orgânico em pó (matcha – Camelia sinensis), acidulante ácido cítrico, aroma idêntico ao natural de abacaxi com hortelã, maltodextrina, regulador de acidez citrato de sódio, edulcorantes sucralose e acessulfame-k, polpa de abacaxi desidratada em pó (suco de abacaxi, maltodextrina e acidulante ácido cítrico), antiumectante fosfato tricalcico.

Matcha Fruit – Tangerina com Gengibre
Ingredientes:  Folha de chá verde orgânico em pó (matcha – Camelia sinensis), acidulante ácido cítrico, aroma idêntico ao natural de tangerina, regulador de acidez citrato de sódio, edulcorantes sucralose e acessulfame-k, polpa de tangerina desidratada em pó (suco de tangerina, maltodextrina e acidulante ácido cítrico), gengibre em pó, maltodextrina e antiumectante fosfato tricalcico.


 
Matcha Fruit - Cranberry
Ingredientes:  Folha de chá verde orgânico em pó (matcha – Camelia sinensis), acidulante ácido cítrico, aroma idêntico ao natural de cranberry, maltodextrina, regulador de acidez citrato de sódio, edulcorantes sucralose e acessulfame-k, polpa de cranberry desidratada em pó (suco de cranberry e maltodextrina), antiumectante fosfato tricalcico.

Informações nutricionais

Não contém quantidades significativas de carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e fibras alimentares.
(*) Valores Diários com base em uma dieta de 2.000 Kcal ou 8400 KJ.
Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.
(**)Quantidade suficiente para preparar 200ml de chá
NÃO CONTÉM GLÚTEN
Onde encontrar:
Sugestão de preço:
R$ 5,50.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Coca-Cola/Rio 2016 tem filme importado


O Urso olímpico é gringo!

Em sua primeira campanha relacionada aos Jogos Olímpicos Rio 2016, a Coca-Cola resolveu trazer, pela primeira vez ao Rio de Janeiro, o seu personagem mais icônico. O Urso Polar é o protagonista do novo comercial da marca, que quer selecionar pessoas de todo o país para conduzirem a Tocha Olímpica a partir de maio de 2016. O anúncio entrou no ar nas redes sociais da Coca-Cola na quinta-feira, dia 13, e nas televisões de todo o país no domingo, dia 16.

No filme de 60", enquanto todos os ursos polares hibernam no Polo Norte, um deles, adolescente, não consegue ficar parado e descobre que a Coca-Cola está promovendo uma campanha para selecionar condutores do ícone Olímpico. Ao final do filme, o Urso conquista o direito de conduzir a Tocha Olímpica. O comercial traz a ideia de estimular a prática de atividades físicas entre os jovens.

Para dirigir o comercial, a Coca-Cola foi até Hollywood convocar o americano Bryan Buckley. Indicado ao Oscar pelo curta “Asad”, em 2013, Buckley recebeu do New York Times o apelido de “O Rei do SuperBowl”, por ter dirigido mais de 50 comerciais para o evento desde 2000. Vencedor de mais de 50 leões em Cannes, além de prêmios no Director’s Guild Award e no Emmy, Buckley também foi escolhido como uma das 50 mentes mais criativas dos últimos 25 anos pela Creativity Magazine. 

Além do filme de 60", a campanha também conta com uma versão mais curta, de 30" e com OH (mídia externa), pôsteres em cinemas, mídia digital e ações de merchandising com o apresentador Luciano Huck.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Suco de laranja? Tudo bem!


Vai um suquinho aí?

As exportações de suco de laranja aumentaram mais de 25% no primeiro semestre deste ano. Com a alta do dólar, as indústrias suco de São Paulo sentem alívio, mas os produtores continuam preocupados com o preço da laranja.

De acordo com a associação que reúne as indústrias, a CitrusBR, estima-se que nesta safra haverá uma queda de até 16,5% no rendimento da fruta,  em relação à safra passada. O motivo principal é a seca que afeta o país pelo segundo ano consecutivo. Os outros dois fatores são o preço internacional e o valor do dólar. Isso significa que vai ser preciso usar mais laranja para fazer a mesma quantidade de suco: 280 caixas de 40 kg, para uma tonelada de suco concentrado – como informa a coleguinha Priscilla Brandão.

Pelo menos, por enquanto, essa é a boa notícia: o dólar está nas alturas. A safra está sendo considerada um ‘respiro’ para o setor da citricultura. O dólar alto favorece quem vende laranja para o mercado externo porque o fruto foi produzido com insumos comprados antes da variação cambial, ou seja, estava mais barato naquela época do que agora. O principal comprador foram os Estados Unidos, que aumentaram  a importação do suco brasileiro, por causa da quebra da safra na Flórida. Só não entram nessa conta os custos de a mão-de-obra da colheita e os custos de frete.

O Brasil exporta suco de laranja para 40 países. Do total da produção, apenas 10% devem ficar no mercado interno.


O preço mínimo varia entre R$ 10 e R$ 14, a caixa.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

The Coca-Cola Foundation abre o bolso!


De braços filantrópicos abertos

The Coca-Cola Foundation concedeu US$ 26,2 milhões a 74 organizações comunitárias durante o primeiro semestre de 2015. Essas concessões beneficiarão mais de 90 milhões de pessoas em 76 países e concentram-se nas prioridades centrais de sustentabilidade da The Coca-Cola Company: mulheres, água e bem-estar.

Durante o primeiro semestre de 2015, a Fundação concedeu US$ 2,3 milhões para apoiar iniciativas de fortalecimento das mulheres; US$ 9,3 milhões para iniciativas de preservação ambiental e de recursos hídricos; US$ 12,2 milhões em apoio a iniciativas de bem-estar, incluindo vida saudável ativa, educação, desenvolvimento de jovens e HIV/AIDS; e US$ 2,3 milhões para apoiar outros programas de melhoria de comunidades, incluindo US$ 1 milhão em esforços para promover alívio em regiões afetadas por desastres. Relacionamos a seguir as organizações que receberam concessões de valor superior a US$ 100 mil durante a primeira metade do ano.

“Como uma empresa global que atua em mais de 200 países, a Coca-Cola é parte de uma comunidade ampla e diversa, e temos o orgulho de apoiar o bem-estar das comunidades onde vivemos e trabalhamos”, declarou Lisa M. Borders, presidente de assuntos comunitários globais da The Coca-Cola Foundation. “Ao trabalharmos com organizações locais, estamos ajudando a encontrar soluções para os desafios globais que enfrentamos coletivamente.”


The Coca-Cola Foundation é o braço filantrópico global da The Coca-Cola Company. Desde sua criação em 1984, a fundação já concedeu mais de US$ 750 milhões em subsídios em apoio a iniciativas comunitárias sustentáveis em todo o mundo. 

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Suco Casa de Vinhas entre os melhores do mundo

Do sertão de Pernambuco!

Ao unir tecnologia e tradição na fabricação de produtos que oferecem qualidade, a ASA Indústria e Comércio desenvolveu um dos sucos integrais de uva mais saudáveis do mundo: o ‘Casa de Vinhas’, nova linha de sucos da Palmeiron. Produzido no Vale do São Francisco, Sertão de Pernambuco, o ‘Casa de Vinhas’ é 100% natural, sem adição de conservantes ou aditivos, com elevada concentração de substâncias benéficas ao corpo, que garantem alta qualidade, e oferece um sabor diferenciado. Atualmente com um volume de cerca de um milhão de litros ao ano, a ASA Indústria e Comércio é responsável por quase 50% da produção de suco de uva, no Vale do São Francisco.

Os trabalhos de estudo para o cultivo e produção das uvas para o suco de uva integral ‘Casa de Vinhas’ foram iniciados em 2011, em cooperação técnica junto ao IF Sertão PE (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano). Em parceria com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e a Universidade Federal de Santa Catarina, foram produzidos sucos com todas as variedades de uva plantadas na região, analisando diversos aspectos, principalmente 25 compostos fenólicos (substâncias bioativas que desempenham diversos efeitos benéficos à saúde) e a atividade antioxidante (capacidade que o suco tem de evitar danos oxidativos ao ser humano).

Para medir o grau de qualidade e benefícios, foram feitas comparações dos sucos de uva produzidos no Vale do São Francisco com as informações publicadas em todo o mundo. A conclusão foi de que os sucos de uva da região apresentaram maiores concentrações de substâncias saudáveis, como Resveratrol (que ajuda a desacelerar o processo de envelhecimento) e Procianidina B1 (um potente antioxidante), que os sucos de outras regiões do planeta. Em relação à atividade antioxidante, foi apontada também uma das maiores já registradas para sucos de uva. Esses estudos deram origem a um artigo na Revista Food Chemistry (15 de outubro de 2014), uma das mais renomadas publicações internacionais na área de alimentos.

Na etapa seguinte, foram estudados sucos produzidos no Vale do São Francisco, em diferentes condições de processo. O resultado apontou que a técnica utilizada para produção do suco de uva, na região, gera um produto de alta qualidade, concentração de compostos bioativos, e alta atividade antioxidante. Esse segundo estudo também foi aceito pela Revista Food Chemistry, e será publicado na edição de novembro de 2015. O trabalho contribuiu para a definição das técnicas de produção dos sucos ‘Casa de Vinhas’, garantindo a sua alta qualidade e adequando o processo as melhores práticas de produção de suco de uva integral no mundo.

As características de cor, sabor e aroma foram definidas através de estudo de blendagem de vários tipos tipo de uva até se chegar ao padrão distinto do ‘Casa de Vinhas’, garantindo sua qualidade e produtividade, desde o plantio até o envase do produto. A padronização de produção é obtida através de um rígido controle de qualidade, em todas as etapas, desde o plantio, colheita e processamento. Uma vez pasteurizado, o ‘Casa de Vinhas’ é envasado em garrafas de 300ml, 500ml e 1 litro. Conheça mais no site www.asanet.com.br


terça-feira, 11 de agosto de 2015

Guaraná Jesus: uma tradição maranhense

Quando o sabor é divino!

A médica Christinne Neiva publicou em seu facebook um post do site Macaco Velho que faz referência ao delicioso refrigerante Guaraná Jesus. O texto do site Macaco Velho segue abaixo na íntegra: Quem conhece o Guaraná Jesus sabe que a bebida além de ter nome pitoresco, é cor-de-rosa! Apesar da coloração e do nome suspeito, a marca representa fortemente o estado do Maranhão (Nordeste do Brasil) e sua cultura. Pensando nisso, o design da bebida ganhou nova cara e traços inspirados nos azulejos coloniais portugueses da capital São Luís, capital do estado. 

Uma sábia escolha da marca Coca-Cola, que tinha receio de quebrar o imaginário nostálgico e folclórico da bebida. A intenção era trazer um novo design visual para o produto, sem perder as características locais que o refrigerante carrega consigo. O resultado foi tão surpreendente que o design da lata recebeu a medalha de ouro de melhor estratégia de marketing no Prêmio Internacional de Excelência em Design, o Idea, a maior premiação mundial de design.

Comentário do Blog do Refri:

Discordamos apenas do trecho que diz que o nome do produto é suspeito. Se o guaraná se chamasse Maluf, Dirceu ou Marin, a gente concordava. A fórmula do Guaraná Jesus foi criada pelo farmacêutico Jesus Norberto Gomes. Por isso o nome.

Ainda assim, se fosse em homenagem a Jesus Cristo, seria justa. O sabor é divino!

E o respeito a todas as religiões, claro, é sempre bem-vindo!

sábado, 8 de agosto de 2015

Coca-Cola seleciona condutores da tocha olímpica


Marca escolherá 1.100

Estimular a prática de atividades físicas e conectar pessoas com a magia do espírito olímpico. Esses são os objetivos da Coca-Cola em sua seleção nacional de condutores da Tocha Olímpica do Revezamento dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Patrocinadora mais antiga dos Jogos Olímpicos, desde Amsterdam 1928, e parceira oficial do Revezamento desde Barcelona 1992, a marca lançou o seu processo para escolher cerca de 1.100 pessoas de todo o país que terão a oportunidade única de conduzir o ícone olímpico a partir de maio de 2016.

Para selecionar os seus condutores, a Coca-Cola criou o conceito #IssoÉOuro como uma forma de reconhecer qualquer pessoa que use o movimento para construir histórias genuínas e inspiradoras, seja através de atividades físicas, esporte ou dança.  

A estratégia de lançamento do processo nacional de recrutamento de condutores da Coca-Cola ainda vai contar com filme publicitário, ações de real time - plataforma de marketing em tempo real da Coca-Cola-, e OOH (publicidade externa) espalhados pelo Brasil.

“Acreditamos que o ouro não está somente com o campeão no lugar mais alto do pódio. Ele está em qualquer pessoa que tenha uma atitude positiva, espontânea, inclusiva e que viva uma vida ativa. É isso que pretendemos mostrar ao mundo com os Jogos Olímpicos. O compromisso da Coca-Cola com o evento é o de promover um estilo de vida mais ativo e saudável no país. A nossa campanha de seleção não é uma promoção, não é preciso adquirir nenhum produto para ser condutor da Tocha Olímpica. Basta ter uma história inspiradora, que se encaixe dentro do conceito “Isso é Ouro”. E acreditamos que nada melhor do que o Revezamento da Tocha para inspirar histórias de ouro, conectar as pessoas e ajudar a espalhar essa emoção antes do início da maior festa do esporte.”, diz Flavio Camelier, vice-presidente da Coca-Cola Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Processo de seleção dos condutores

O candidato, residente e domiciliado no Brasil, que for “Ouro” e desejar ser selecionado para conduzir a Tocha Olímpica, precisará acessar o site www.cocacola.com.br e apresentar, via texto, foto ou vídeo, a sua história onde o movimento fez a diferença.  O processo de seleção acontecerá até o dia 15 de outubro, quando a marca indica os seus candidatos para a avaliação do Comitê Olímpico Internacional. O processo de escolha dos condutores não é uma promoção e não está atrelado a nenhuma venda ou troca de produtos do portfolio da Coca-Cola. Por regras do Revezamento da Tocha, menores de 12 anos não podem ser selecionados.

Além do processo pelo site, os demais condutores Coca-Cola da Tocha Olímpica serão escolhidos pela marca em projetos como Jogos Escolares da Juventude, maior competição mundial de esportes em nível escolar, reunindo 2 milhões de jovens de 12 a 17 anos; Paralimpíadas Escolares, maior evento escolar do mundo com pessoas com deficiência; Festival das Escolas, projeto que mobiliza escolas de todo o Brasil com atividades físicas, manifestação artística e conteúdos pedagógicos; Prêmio Professor do Brasil, iniciativa do Ministério da Educação que reconhece, divulga e premia o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos em sala de aula; além de ações que envolvam o Sistema Coca-Cola Brasil.

Coca-Cola e os Jogos Olímpicos

A Coca-Cola é a mais antiga patrocinadora dos Jogos Olímpicos, participando desde Amsterdam 1928. Em todas as edições realizadas desde então, sempre esteve ao lado do Comitê Olímpico Internacional (COI) no esforço de promover a disseminação do espírito olímpico, auxiliar na formação de atletas e contribuir para o desenvolvimento do esporte em todo o mundo. 

A parceria da Coca-Cola com o Revezamento da Tocha Olímpica também é de longa data. Os Jogos Olímpicos Rio 2016 representam a 11ª participação da marca em um revezamento, incluindo os Jogos Olímpicos de Verão e de Inverno. A primeira atuação aconteceu em Barcelona 1992. Na ocasião, a Coca-Cola foi parceira na implementação do primeiro Programa Internacional de Condutores, quando proporcionou que pessoas de outros países, inclusive o Brasil, pudessem conduzir a Chama Olímpica ao lado de condutores do país anfitrião dos Jogos.

A Coca-Cola é também uma das patrocinadoras do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e, desde 2012, patrocina os Jogos Escolares da Juventude, maior competição de esportes olímpicos do mundo em nível escolar.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Coca Zero patrocina Copa do Mundo de Rugby


Coca-Cola Zero x Rugby

A Copa do Mundo de Rugby Union de 2015 será a oitava edição desta modalidade e será organizada pela Inglaterra durante o período de 18 de setembro a 31 de outubro. A cidade de Londres será palco da final do torneio, que será disputada em um dos maiores e mais tradicionais estádios deste esporte em todo o mundo: o Estádio de Twickenham.

A Coca-Cola é uma das principais patrocinadoras do evento. O anunciante vai ativar todas suas marcas no evento, mas o destaque será a Coca-Cola Zero. Esta será a primeira vez que o fabricante de refrigerantes põe um produto do segmento diet à frente de outras bebidas da empresa em uma campanha esportiva. 

A Inglaterra foi anunciada como sede em 28 de julho de 2009, derrotando as rivais de Itália, África do Sul e Japão. O país foi indicado pela World Rugby para sediar o evento. 

Das 20 equipes que disputam o torneio, 12 delas foram qualificadas por terem terminado entre as três primeiras em seus respectivos grupos no último mundial. As oito demais vagas foram alocadas para as competições de qualificação. O Brasil não participa da competição. Em relação ao último mundial em equipes participantes, a única que não aparece novamente é a Rússia que deu lugar a seleção do Uruguai.


Grupo AGrupo BGrupo CGrupo D