quinta-feira, 21 de abril de 2011

IBGE aponta os vilões da inflação e especialistas discutem campanha da Coca-Cola

Os vilões mais queridos: Pinguim, Charada, Mulher-Gato e Coringa

Alimentos, bebidas e transportes: vilões da inflação

Alimentos e bebidas - e também os transportes - são os vilões da inflação segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15). O indicador subiu 0,77% em abril, após alta de 0,60% em março, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.

No ano, a inflação acumulada é de 3,14 %. A meta deste ano tem centro em 4,5% e tolerância de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo. Em 12 meses, a taxa teve alta de 6,44%.

Os grupos Alimentação e Bebidas, e também Transportes foram os principais responsáveis pelo maior ritmo de crescimento do IPCA-15 de março para abril e responderam por 60% do índice.

Uma discussão feminina ou feminista?


Alertado pela amiga e roteirista de cinema Monica Solón Ribeiro, o Blog do Refri foi conferir a campanha da Coca-Cola para o Dia das Mães. As mães retratadas no filme "Segredos" não são aquelas modernas de dupla e tripla jornada. Pelo contrário. São mães donas de casa, vestidas de avental, cozinhando bolos e outras delícias e que vão ao mercadinho do "Seu" Manuel e compram aquele litrão "retornável" do produto. No final do filme, o slogan "Você é essa Coca-Cola toda" e a assinatura que acompanha todos os filmes deste ano: "125 anos celebrando as famílias". Monica, que fez seu curso em Londres, desconfia que a Coca-Cola está sugerindo que a mãezona dona de casa, esta sim, "é essa Coca-Cola toda", numa mensagem subliminar de que "mãe boa é mãe à moda antiga", ou seja, a mãe do lar.

Já a publicitária e assessora de imprensa Roberta Cabral avalia que a dona de casa retratada no filme é da classe C - aquela que compra refrigerante para o fim de semana e para quem a moedinha que vale o litro retornável tem grande valor. "Esta é uma mãe que não tem empregada - que bate bolo, faz a comida, serve a mesa e vai ao mercadinho. Ou seja, mesmo que trabalhe fora, mantém suas funções", diz. Para Roberta, cozinhar para os filhos não desmerece as conquistas que as mulheres alcançaram. Brilhantes observações de duas mulheres muito inteligentes. Participe desta discussão: assista ao filme e dê sua opinião.

video

9 comentários:

  1. A idéia de "você é essa coca cola toda" é porque segundo pesquisa que a Coca Cola realizou as compras geralmente são decididas pelas mães, as donas de casa tem decisão na gôndola, e a idéia não é capturar a compra de final de semana, e sim a embalagem mais barata com aquela moedinha, é do dia a dia , mais barata e econômica, gasta pouco tomar uma coca cola todo dia, e além de ser uma embalagem que não havia concorrência até o momento.A mãe que faz doce sim esta é aquela que conta as moedas, e faz compra todo o dia para fazer comida geralmente classe C D E, este publico que cada vez mais tem poder de compra é que quer ser capturado pela Coca Cola.

    ResponderExcluir
  2. Oi Claudio,

    Em primeiro lugar quero lhe desejar uma Feliz Páscoa extensivo à família.
    Eu não sei qual a minha classe, devo ser uma desclassificada, kkkkk, mas como mãe, administradora do lar, hj aposentada, mas já fui empresária, já trabalhei em empresas privadas e
    estatal, sempre tive a preocupacão da economia
    na hora das compras, comprar produto de qualidade
    mas com o preco mais barato.
    Não tenho visto a embalagem retornável em todos os lugares. Parece-me que os bares não têm interesse neste tipo de embalagem.

    beijinhos

    célia

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Anônimo pelo comentário inteligente e que serviu para enriquecer a discussão. Abraços e apareça.

    ResponderExcluir
  4. Tia Célia, a embalagem retornável é para as praças e bairros classe CDE. Não se encontra nos lugares refinados e chiquérrimos que a senhora frequenta e gasta seus euros. hahahahahahahaha

    ResponderExcluir
  5. Célia Simões,

    Esta embalagem retornavel 1 litro para algumas regiões e 1,25 ml por exemplo para o Sul, retornou ao mercado em 2003, e a sua idéia é estar presente nos mini mercados e mercearias e até padaria, com nível, social econômico mais baixo, e não em bares, uma vez que estes colocam uma margem muito alta sobre esta embalagem, ficando com sua polarização muito acima do desejado, sendo esta a estratégia para ficar acessível. Alexsander Rio Grande do Sul, acompanho todos os dias as novidades deste belo blog,...parabens

    ResponderExcluir
  6. Grande Alexander, valeu. Abraços, Claudio.

    ResponderExcluir
  7. Prezado Alexander,

    No meu bairro, bem próximo à minha casa tem um boteco, botequim, não sei como vocês se referem aos bares mais populares, que não tem essa embalagem e é onde eu, às vezes peco para entregarem cerveja já gelada e retornável.
    Obrigada pela explicacão e o seu nome é muito bonito para vc se apresentar como anônimo.

    Cláudio, menos, imagina se acreditam em tudo que vc disse no comentário, a fila de fãs interessados vai congestionar o blog. kkkkkk

    beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Tia Célia,
    repare: é Alexsander e não Alexander.
    Mas é real, fico feliz mesmo com os comenários
    beijos
    Claudio

    ResponderExcluir
  9. Ô Lindinho,

    Vc tb errou o nome do Alexsander, pq eu copiei do
    seu comentário, fofinho. kkkkk

    beijinhos

    ResponderExcluir